x

You are using an outdated browser. Please upgrade your browser to improve your ReverbNation experience.

Pink Dolls / Press

“One band that is helping lead the Brazilian glam scene is the Pink Dolls; this 4 piece made up have definitely done their homework when it comes to writing fun foot-stomping good time music. While there is no denying these four are huge fans of Pretty Boy Floyd when you listen to their E.P. “Dirty Jewels” it’s not hard to hear other musical influences as well ranging from punk to goth to even a little thrash, on songs such as “The Horror”, “Substances” and the excellent “Sleaze, Drunk, & Rock N’ Roll”(...)”

“PINK DOLLS from Brazil got together in 2003 in order to satisfy their love for 80s glam metal/sleaze rock. The most obvious influence of the band is PRETTY BOY FLOYD (the vocals are very similar and they have a common interest in the words "tonight" and "rock'n'roll") but they can also use heavier guitar riffs when needed ("Substances" or "The Psycho Dolls in the RRR Department".) PINK DOLLS also remind me of the PEPPERMINT CREEPS at times. These 6 songs sound good and could be a great soundtrack to your next summer party (...)”

“If you're a fan of #PrettyBoyFloyd (@PBFOFFICIAL ) check out Brazil's @pinkdollsrock http://www.myspace.com/pinkdolls”

““O grupo paulistano PINK DOLLS se mostra apto a conquistar o trono no Sleaze Glam brasileiro (...) pouco se importando se caia para o lado Metal, do Punk ou de onde quer que a música peça. Essa liberdade conta a favor dos músicos...””

Ricardo Batalha - Roadie Crew Magazine

“Integrantes experientes, visual chamativo e competência de sobra. Os paulistas do Pink Dolls estão arrebentando e a repercussão de seu som é mais do que merecida.”

“A banda Pink Dolls foi escolhida para abrir para o Hardcore Superstar no dia 21 de novembro de 2009, um show que nunca aconteceu porque, de acordo com o MySpace oficial do Hardcore Superstar, a banda não pôde embarcar para o Brasil. Mesmo assim, a Pink Dolls tocou e lançou, no Manifesto Bar, seu primeiro CD oficial: Dirty Jewels, que contém as músicas “Sleaze, Drunk & Rock n Roll”, “Horror Show” (com participação especial do ex-vocalista do Bastardz, Nat Reed) e o cover de Pretty Boy Floyd, grande influência da banda, “Set The Night on Fire”.”

“Dirty Jewels, o CD da banda Pink Dolls...os caras que vem batalhando de forma séria o Sleeze na complicada cena de São Paulo. O que a gente ouve aqui é uma banda soando muito firme e coeza, trampo bem feito, batera paulada (quem já viu os caras ao vivo sabe que T- Bone desce a lenha) tudo isso temperado com o vocal “Total Sleeze” de Shane, que não poderia ser diferente, não seria o Pink Dolls. A influência de Faster Pussycat no vocal é muito grande, mas isso é ruim?? não!! ...é o que torna o Pink Dolls único na nossa cena.”

“Pink Dolls é uma banda brasileira de Sleaze Glam, a banda faz parte do cenário Underground paulista há 7 anos, e lançou seu primeiro album intitulado Dirty Jewels em 2009. Presente no cenário brasileiro em base de seus shows pelo sudeste do país, o próximo passo é divulgar o trabalho em todo o local possível, e conquistar novos fãs. Percebe-se na sonoridade da banda influência de Big Bang Babies e Pretty Boy Floyd, da qual eles tocam um cover "Rock N'Roll Set The Night On Fire".”

“Retornando à Ego Club, a Pink Dolls trouxe aos presentes um repertório baseado em seu Sleaze/Glam característico. Regado a faixas próprias presentes em seu EP Dirty Jewels como Substances, Black Jack e o petardo Sleaze Drunk & Rock n Roll, a banda ainda brindou o alvoroçado público presente com covers de Pretty Boy Floyd e CrashDiet. On stage, o trio demonstra pleno domínio das ações, apenas confesso que deixei a apresentação antes do término da faixa derradeira devido a expectativa por uma chuva de espuma proporcionada pelos músicos (rss)”

Feedback